Catedral de Dubrovnik

Conheça a história da Catedral de Dubrovnik, um templo do século XVIII que abriga os restos de São Brás, padroeiro de Dubrovnik.

A Catedral de Dubrovnik foi construída sobre os restos de uma antiga igreja românica que foi destruída durante o terremoto de 1667. Segundo a lenda, Ricardo Coração de Leão pagou pela construção da nova catedral para agradecer aos habitantes de Dubrovnik que salvaram sua vida durante um naufrágio na ilha vizinha de Lokrum.

Essa nova catedral de estilo barroco construída em 1713 logo se tornou o edifício religioso mais importante de Dubrovnik. O mais impressionante da catedral é a sua cúpula, que se destaca sobre o relevo de Dubrovnik e é uma das mais belas vistas das muralhas da cidade.

O interior da Catedral de Dubrovnik abriga pinturas de artistas croatas, italianos e flamengos. A pintura mais importante é A Assunção de Maria de Ticiano.

O tesouro da Catedral

A parte mais interessante de visitar a Catedral de Dubrovnik é ver o tesouro da catedral, guardado em uma das capelas. Abriga os restos mortais de São Brás, padroeiro de Dubrovnik, uma das poucas relíquias que sobreviveram ao terremoto de 1667.

As relíquias são uma crâneo, uma perna e um braço, e permanecem guardadas em três baús banhados em ouro e decorados com pedras preciosas. Durante o dia de São Brás, um dos feriados mais esperados de Dubrovnik, as relíquias do santo partem em procissão da catedral por toda a cidade.

Horário

Todos os dias das 9:00 às 20:00 horas.
Domingos até às 17:30 horas.

Preço

Entrada gratuita.
Ingresso ao tesouro da catedral: kn10 (US$1,50)